A última mesa de trabalho de Fernando Pessoa chega a um Museu

A secretária utilizada por Fernando Pessoa foi adquirida pelo Museu do Pão em Seia, localidade da zona Centro de Portugal inserida no Parque Natural da Serra da Estrela. Para aumentar a atratividade deste museu inaugurado em 2002, desde o início de julho que faz parte do acervo como parte da sua exposição sobre o pão e a poesia.

O valioso móvel era propriedade de um sobrinho do poeta, Luís Miguel Rosa Diaz, e foi comprado em maio num leilão online. Além da escrivaninha de madeira, o museu adquiriu os óculos de Fernando Pessoa, ao todo por 50 mil euros, explicou à agência EFE Tiago Quaresma, um dos gerentes do museu.


Contudo, os óculos irão para A Brasileira, no Chiado, em Lisboa, que também pertence ao mesmo grupo empresarial deste complexo cultural, disse o administrador em declarações ao jornal Público.

Existe ainda outra escrivaninha na Casa Fernando Pessoa, em Lisboa, e mais uma que foi adquirida há alguns anos por um colecionador do Brasil.

De Fernando Pessoa, o museu possui uma cópia da primeira edição da Mensagem, composta por 44 poemas e uma das poucas obras que Pessoa publicou enquanto estava vivo (Lisboa, 1888-1935). Há também na Sala do Pão Político, Social e Religioso uma lista de poemas sobre o pão do próprio Fernando Pessoa, como “Baila o trigo quando há vento.”

Com uma média de 100 mil visitantes por ano, esta unidade cultural oferece um passeio pela história do pão e mostra mais de cem tipos diferentes de pão que são feitos nas diferentes regiões de Portugal.

©LilianaCarona

©Museu Pão

Artigos Relacionados:

Centro de preferências de privacidade

Cookies necessários

Publicamos cookies neste site para analisar o tráfego, memorizar as suas preferências, otimizar a sua experiência e apresentar anúncios.

PHPSESSID, __gads, _ga, _gid, gdpr[allowed_cookies], gdpr[consent_types], wordpress_test_cookie, woocommerce_cart_hash, woocommerce_items_in_cart, _gat_gtag_UA_114875312_1
IDE
__cfduid