Leading Opinion

Uma pandemia que está a ser uma pancada

De repente levamos um murro que nos faz cair na realidade, ou sair da realidade, na verdade, não sabemos bem o que se está a passar. Talvez seja este o sentimento generalizado, um género de atordoamento parecido com o que nos acontece quando batemos com…

Mais crianças nas organizações?

O teletrabalho emergente do confinamento originou muitas reuniões e aulas em que as crianças, ao colo ou perto do pai ou da mãe, também têm “participado”. Primeiro estranha-se, depois entranha-se. Afinal, as crianças fazem parte da nossa existência. Nenhuma sociedade sobrevive sem crianças. Todavia, o…

Juntemo-nos ao grupo dos heróis da normalidade

Usando duas das palavras do ano, continuamos confinados no desconfinamento. Sondagens reveladas este fim-de-semana informam que “por causa do medo, portugueses resistem ao desconfinamento” e que estão com “muito medo do regresso à rua”. É natural: depois de meses a ver imagens de caixões e…

Morrer e deixar viver

Há uma curiosa contradição que grassa na opinião pública. Muitas vezes, os mesmos que afirmam que é necessário aproveitar as alterações impostas pela pandemia para conseguirmos um mundo melhor, centrado no essencial, são os mesmos que pedem ao Estado que não deixe morrer atividades e…

O que fazemos agora vai definir o amanhã

Tanto que já aprendi com a pandemia da COVID-19 e a sua quarentena que parece ter passado meio ano e não dois meses. Se há momentos que vão ficar para sempre na minha memória, este será seguramente um deles. E tenho uma certeza: as coisas…

Queremos um milagre COVID? Ei-lo, em triplicado

Na nossa encantadora ciclotimia nacional vivemos um momento de enlevo coletivo. Descobrimos que temos afinal um dos melhores SNS do mundo, que somos um povo disciplinado/determinado, que temos um exemplo a mostrar ao globo. Sem querer fazer de desmancha-prazeres, talvez não tenhamos motivos para tanto…

A crise e os méritos e deméritos da Meritocracia

Tenho o privilégio de ser teletrabalhador. Escrevo este artigo no conforto da minha casa, da qual raramente tenho saído. O supermercado dispõe dos bens de que necessito. Lá fora, milhares de pessoas produzem, transportam e entregam mercadorias, atendem ao balcão, trabalham em armazéns, zelam pela…

Da Nova Zelândia um bom exemplo 

Uma boa crise faz e desfaz líderes. Em Portugal, onde gostamos de não gostar de políticos, temos estado bem entregues. Nem tudo tem sido bom, nomeadamente na frente da prevenção (aqui como em quase todo o lado – menos Taiwan e pouco mais). Mas depois…

Triple Bottom Line (3BL)

Primeiro as pessoas e depois a economia e as empresas. Este tem sido o mote dominante desde que a pandemia alterou por completo, tanto a nível pessoal como profissional, as nossas vidas. Habituámo-nos a olhar para um contador diário que espelha a perda de vidas…

Será que o primeiro de abril calhou perto do primeiro de maio?

A semana que passou, talvez por causa do cansaço do confinamento, originou daquelas coisas que se leem e não se acredita. Por cá, andou quase tudo ligado à forma de celebrar o 25 de abril – porque a necessidade de o celebrar não parece sequer…

Há quarentenas e quarentenas?

A celebração do 25 de abril. Escute-se Manuel Alegre e o assunto torna-se um não-assunto: “estou em reclusão, mas estar em casa também é uma forma de resistência”. A celebração da liberdade no âmbito do regime excecional de funcionamento do Parlamento tem um duplo valor…

Imperfeições do perfecionismo

O ótimo é inimigo do bom. E a busca pelo perfecionismo pode ser uma fonte de imperfeições. Levada a cabo por líderes, essa busca pode resultar em três perversidades. Primeira: o líder perfecionista, receoso de cometer erros, pode tornar-se indeciso e procrastinar. Os erros fazem…