CIP congratula-se com acordo no Conselho Europeu para Plano de Recuperação

A CIP – Confederação Empresarial de Portugal congratula-se com o acordo hoje
alcançado no Conselho Europeu, que abre perspetivas para uma intervenção
coordenada para estimular e acelerar a recuperação da economia da União Europeia,
em resposta à crise provocada pela pandemia de covid-19.

Esta decisão contribui para reforçar, de forma marcante, o projeto europeu e afasta a
ameaça de fragmentação e de novas divergências no mercado único, decorrentes de
respostas nacionais assimétricas a uma crise de proporções inéditas.

As propostas iniciais da Comissão Europeia não foram desvirtuadas, ainda que tenham
sido limitadas. Pela primeira vez, a Europa aproveita a força que advém da sua dimensão para emitir dívida de forma centralizada, o que se revelará fundamental para não sobrecarregar os Estados-membros mais endividados.

“Este acordo e as soluções que prevê vêm ao encontro do que temos defendido e
afirmam a ambição da União Europeia de ultrapassar, de forma conjunta, este desafio
sem precedentes, constituindo um marco no retomar do projeto europeu”, afirmou o
presidente da CIP, António Saraiva.

Neste quadro, Portugal beneficia de condições favoráveis para sustentar uma
recuperação mais rápida e mais forte.

“É necessário, agora, assegurar que estes fundos são disponibilizados de forma
atempada e aplicados eficazmente, em áreas relevantes e investimentos produtivos, de
forma a que saíamos deste período de crise reforçados”, afirma António Saraiva.

Portugal enfrenta o desafio de tirar o máximo partido das oportunidades criadas pelos
novos instrumentos. É preciso definir, desde já, estratégias de políticas públicas e
estratégias empresariais capazes de orientar com eficácia esses recursos, não só numa
perspetiva de recuperação, a curto-prazo, mas com uma visão de futuro, de resposta
aos grandes desafios de fundo que se nos continuam a colocar, tendo presente o
objetivo do relançamento de uma base industrial renovada, mais forte e mais resiliente.

Artigos Relacionados: