Coimbra Business School lança pós-graduação em Branding Territorial

A juntar a uma oferta menos convencional como os MBA em gestão da felicidade e do capital emocional nas organizações ou no negócio global dos vinhos, a Coimbra Business School acaba de lançar a pós-graduação em Branding Territorial que quer vir dar resposta às necessidades de um sector em enorme expansão, mas praticamente sem oferta formativa ao nível da rede de ensino superior.

Com início previsto para setembro, destina-se a autarcas, gestores públicos, profissionais do marketing, decisores e técnicos de empresas municipais e agências de desenvolvimento local, bem como a todos os profissionais que trabalhem em cargos de direção no sector público ou privado em matérias relacionadas com o poder local e respetivo desenvolvimento regional.

A nova oferta da escola de negócios de Coimbra foi apresentada ontem [13 de maio] num webinar onde estiveram António Saraiva, presidente da CIP – Confederação Empresarial de Portugal, Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, Jorge Loureiro, vice-presidente da AHRESP- Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, e Tiago Quaresma, administrador da Comur – Conserveira de Portugal. Da parte da instituição estiveram Pedro Costa, presidente da Coimbra Business School e os coordenadores da pós-graduação Madalena Abreu, João Paulo Craveiro e Cristóvão Monteiro.

Os conteúdos deste curso, que decorre ao sábado durante todo o dia e tem início previsto para 19 de setembro de 2020, passam pela construção de planos estratégicos de marketing territorial e de construção de marcas, estratégias de comunicação de marketing integrado, promoção turística, gestão dos canais de informação turística, e definição de roteiros e experiências inovadoras memoráveis. A abordagem vai além do planeamento e gestão do território, incluindo a reabilitação urbana e a elaboração de planos estratégicos de marketing territorial.

O valor do programa são 1350 euros. Estes podem ser pagos de uma só vez no ato da matrícula ou em cinco prestações. Entre o corpo docente estão nomes como Margarida Mano, ex-Ministra da Educação e Ciência, António Saraiva, presidente da CIP – Confederação Empresarial de Portugal, Gonçalo Lobo Xavier, diretor-geral da APED – Associação Portuguesa das Empresas de Distribuição, Gonçalo Gomes, chefe do Núcleo de Apoio ao Investimento Turístico do Turismo Centro de Portugal, Paulo Júlio, CEO da Frijobel e ex-secretário de Estado da Administração Local e da Reforma Administrativa, e Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal.

Artigos Relacionados: