SpaceX: por que é que um dinossauro de peluche seguiu a bordo da missão espacial?

A 30 de maio, este sábado, a SpaceX foi projetada para o espaço levando dois astronautas da NASA para a Estação Espacial Internacional (EEI). Mas o mais curioso é que, junto com os astronautas no interior da cápsula da nave espacial Crew Dragon, viajou um brinquedo.

Além de Doug Hurley e Bob Behnken, seguiu a bordo um dinossauro de peluche com lantejoulas. Parece que, segundo explica a revista de negócios Business Insider, transportar peluches em missões espaciais é uma tradição. E porquê? É um sinal: quando o peluche começa a flutuar, sabe-se que a nave saiu da gravidade da Terra, por isso se chama de indicador de gravidade zero.

Esta não foi a primeira vez que a SpaceX, fabricante de naves espaciais criada em 2002 por Elon Musk com a missão de um dia vir a colonizar Marte, transportou um peluche nas suas missões espaciais, diz a edição online daquela publicação norte-americana.

Quando a Crew Dragon fez o seu primeiro voo de teste até à EEI, sem astronautas a bordo, levava um planeta Terra em forma de peluche chamado Buddy. Mais tarde, o brinquedo esgotou nas lojas.

No caso do Tremor Dinosaur, o dinossauro que viajou à boleia da SpaceX, já começou a ser produzido pela empresa TY e tem estado esgotado na Walmart (foto).

O lançamento da SpaceX estava inicialmente previsto para quarta-feira, dia 27 de maio, mas as condições meteorológicas levaram a que tivesse acontecido este sábado. Às 15h22 dos EUA, o foguete Falcon 9 foi lançado de Cape Canaveral, na Flórida, transportando a nave espacial Crew Dragon criada pela SpaceX e financiada pela NASA.

É a primeira vez que uma nave espacial comercial leva seres humanos ao espaço e a primeira vez que astronautas são lançados dos EUA desde que o programa Space Shuttle Program terminou há nove anos.

©NASA TV

 

Artigos Relacionados: