Comunicar com empatia faz parte da genética da Worten

As circunstâncias actuais exigiram mudanças rápidas e espírito de adaptação e resiliência. Num negócio da dimensão da Worten, isso implicou gerir o contexto tendo em conta duas prioridades: «em primeiro lugar, proteger os nossos colaboradores e, em segundo, continuar a fazer o nosso papel na sociedade, pensando em alternativas que nos permitam continuar a dizer “Worten. Sempre”, de uma forma que faça realmente sentido junto dos nossos consumidores», põe-nos a par Inês Drummond Borges, diretora de Marketing da Worten.

Durante este período, a Worten foi considerada a primeira marca com melhor reputação em Portugal, na categoria de Lojas de Eletrónica de Consumo, de acordo com o ranking da Marktest. Mas as conquistas não ficam por aqui. Foi também o site de e-commerce com mais visitantes durante o mês de abril, atingindo um novo recorde de mais de 1,8 milhões de utilizadores em computador. E atenção que as 190 lojas mantiveram-se abertas, uma vez que os seus produtos foram considerados bens de primeira necessidade, ainda que com horário reduzido.

Nesta nova fase, de desconfinamento, as regras de segurança mantêm-se, com os devidos reforços no que diz respeito às práticas de higienização e uso de máscara pelos vendedores e clientes decretadas pela DGS.


Colocámos a pergunta: Como estão as marcas a comunicar? a sete diretores de Marca, ainda em pleno estado de emergência e antes do anúncio das medidas de desconfinamento. Inês Drummond Borges aceitou o desafio:

«Estas circunstâncias obrigaram a mudanças rápidas e a um espírito de adaptação e resiliência. Num negócio da dimensão da Worten, isso implicou gerir o contexto tendo em conta duas grandes prioridades: em primeiro lugar, proteger os nossos colaboradores e, em segundo, continuar a fazer o nosso papel na sociedade, pensando em alternativas que nos permitam continuar a dizer “Worten. Sempre”, de uma forma que faça realmente sentido junto dos nossos consumidores.
É daí que surge a preocupação em reinventar-nos, em continuar a fazer chegar os nossos produtos às pessoas da forma que elas mais precisam, através, por exemplo, das entregas gratuitas das compras online, do serviço Worten Drive Thru nas lojas e da assistência técnica remota.
A área da responsabilidade social é outra das áreas a que nos temos dedicado intensamente, adaptando a nossa política ao momento que vivemos, para garantir que as doações que fazemos chegam realmente a quem está na linha da frente desta crise, nomeadamente às unidades de saúde e às IPSS que dão apoio a populações carenciadas para fazerem frente às necessidades do ensino à distância.
Temos estado focados em encontrar, em toda a linha, novas formas de nos mantermos próximos, agora que não podemos estar juntos, continuando a ser úteis, a dar o nosso contributo e a comunicar isso mesmo com empatia, crentes de que sairemos deste momento difícil com aprendizagens que nos ajudem a atuar de forma ainda mais relevante junto dos nossos consumidores no futuro.»

[Aceda aqui às respostas de todos os diretores de Marca]

Artigos Relacionados: