COVID-19 leva Randstad a recorrer ao digital para assegurar entrevistas


Com o número de casos de infetados por COVID-19 a subir em Portugal, a Randstad vai adotar medidas preventivas para evitar o contágio e assegurar as cerca de 11 mil entrevistas mensais realizadas por 350 consultores em todo o país. A solução chama-se “VIDA” e permite à Randstad realizar todas entrevistas a candidatos através de uma ligação de vídeo em tempo real, garantindo o total enquadramento com o RGPD.

O “VIDA” (Video Interviews and Digital Assessments) vem dar resposta à instabilidade desencadeada pelo COVID-19, numa altura em que as empresas estão a encontrar no trabalho remoto uma alternativa para dar continuidade aos seus negócios e evitar o contágio.

Com esta solução tecnológica, candidatos e recrutadores podem estar conectados sem terem de se deslocar à sede da Randstad. O “VIDA” tem ainda a possibilidade de pré-selecionar os períodos de tempo mais convenientes para ambos e a opção de automizar perguntas para acelerar o processo de seleção, ou mesmo dar a possibilidade ao candidato de fazer o seu vídeo de apresentação, garantindo a qualidade do processo e o registo do mesmo ao abrigo da legislação em vigor.

“Acreditamos que esta solução, que já estávamos a utilizar em alguns processos, é uma medida recomendável face ao COVID-19, de forma a garantir o bem-estar dos nossos colaboradores e candidatos. Apenas como exceção iremos fazer entrevistas presenciais, recomendando também a todos os candidatos que pretendam fazer candidaturas ou obter mais informação sobre processos em vigor na Randstad que utilizem o nosso site, o chat, o contact center (chamada gratuita) ou as nossas redes sociais”, explica Inês Veloso, Diretora Marketing e Comunicação da Randstad.

Artigos Relacionados: