De Olhos Postos no Amanhã

Com um prefácio exclusivo, escrito para a edição portuguesa, a Casa das Letras edita “De Olhos Postos no Amanhã”, do economista francês Éloi Laurent, professor na Universidade de Stanford, que considera que a obsessão pelo crescimento económico nos impede de compreender e mudar o mundo. A avidez de crescimento económico ignora o bem-estar humano, é surda às desigualdades sociais e muda às alterações climáticas. Só com essas alterações, se dará mais importância à justiça social e à qualidade de vida dos cidadãos.

O economista francês alerta, ainda, que o «milagre português» é, em termos de crescimento, uma miragem, e  defende que os próximos Orçamentos de Estado devem ter em conta o bem‑estar humano e não só o crescimento económico. Éloi Laurent vai mais longe e considera que temos de abandonar a utilização de indicadores como o crescimento do PIB e, em vez deles, adotar outros como o bem-estar, a resiliência e a sustentabilidade. Pois, ao fazê-lo, os países serão capazes de mudar o seu foco num crescimento infinito e irrealista, passando a dar maior importância à justiça social e à qualidade de vida dos seus cidadãos.Éloi Laurent levanta o véu sobre tudo o que o crescimento esconde: o efeito corrosivo das desigualdades, a recessão democrática, o fim do lazer, a globalização da solidão, o fardo que a economia.

Mais informações aqui.

 

Artigos Relacionados: