Depois da COVID-19, os três pilares do novo plano de ação do Marketing

“De repente, mudaram os hábitos e nosso modo de vida. Nós, como seres humanos, nós como consumidores. As regras do jogo mudaram, as coisas têm de ser feitas de maneira diferente.” Começa assim o paper “The new norm user journey” sobre como construir um plano de ação de marketing que reflita o conhecimento da nova experiência do consumidor, o seu percurso, a sua viagem rumo ao ato de compra.

A regra número um do marketing é começar pelo consumidor, explicam os autores daquele relatório Filipa Caldeira, chairwoman da Fullsix Portugal e professora e coordenadora do programa @Doing Digital da Nova School of Business and Economics (Nova SBE) e Pedro Batalha, partner da Fullsix. Mas, a questão de ouro é como podemos compreender as necessidades e ações do consumidor para criar valor neste momento em que tudo ainda é incerto?

“Podemos definir uma estrutura, uma metodologia que nos ajudará a definir um novo plano de ação e aprimorar a experiência do cliente”, respondem os autores do paper que introduz um curso de formação de executivos da Nova SBE sobre como redesenhar a estratégia digital para responder à mudança de paradigma. Porque “hoje vivemos numa era em que tudo o que se passa, passa pela internet”, lê-se no folheto promocional do Doing Digital Executive Education programme.

Coordenado por Nuno Moreira, professor convidado da Nova SBE, o novo programa da escola de negócios da Universidade Nova é composto por 10 horas de aprendizagem online em sessões de 3 horas mais 1 hora. E ainda 8 horas de exercícios offline.

Assenta numa metodologia centrada no conhecimento do comportamento do consumidor que desafia os participantes a construir um plano de marketing com base num caso prático, utilizando o digital como driver do negócio. Trata-se de um programa dado em parceria com a Fullsix, agência de marketing e comunicação digital.

O público-alvo são os profissionais da área de marketing e comunicação; os (Key) account managers e gestores de projeto; e os gestores de customer service, loyalty & experience.

No final, os participantes saberão identificar as principais tendências tecnológicas no contexto atual, mapear a “consumer journey”, identificando os momentos-chave de decisão e o ecossistema de comunicação mais adequado. Serão dadas guidelines para o desenho do plano de marketing digital, com aplicabilidade imediata à realidade da organização onde cada um está inserido.

Hoje tudo o que se passa, passa pela internet

Em que consta a metodologia que fornece uma estrutura para um novo plano de ação de marketing? Segundo Filipa Caldeira e Pedro Batalha tem três pilares. Mas primeiro os profissionais de marketing devem começar por conhecer o objetivo e valores existentes da marca.

1.Ouvir as novas necessidades, sentimentos e comportamentos do consumidor
Para isso devem monitorizar os dados através de pesquisas no Google, em websites online, redes sociais ou estudos de mercado. Ou mesmo perguntando diretamente ao consumidor.

2.Focar no canal digital
Identificando todos os novos formatos e formas de interação. Lembre-se que “o digital é o ponto de contacto número um para todas as marcas”, dizem os autores do paper, acrescentando: “e é a chave para sobreviver no novo mundo.”

3.Redesenhar a estratégia de conteúdo da marca com base nas novas necessidades
Ao fazer isso, e tendo em mente toda a “viagem do consumidor”, a marca poderá oferecer ao cliente uma experiência nova, mais relevante e superior.

Artigos Relacionados: