Dez Césares – Volume I

Durante três séculos e meio, o Império Romano cresceu em esplendor e extensão, e acabou por perder ambos. As transformações geográficas, étnicas, religiosas e culturais sofridas durante estes 350 anos foram tão grandes que Augusto, o seu primeiro imperador, não teria reconhecido o território que Constantino veio a governar. Dez Césares – Volume I: De Augusto a Trajano cobre mais de um século e meio de história, desde a extinção da República, em 44 a.C., aos últimos dias de Trajano, em 117 d.C. São cinco os imperadores aqui retratados: Augusto, Tibério, Nero, Vespasiano e Trajano, mas esta história é também um retrato das mulheres mais poderosas da época. De Lívia, mulher de Augusto, passando por Agripina, mãe de Nero, e Antónia Cénis, que se diz ter sido amante de Vespasiano, o poder das mulheres na Roma Antiga não era menos real por ter de ser escondido. Dez Césares – Volume I: De Augusto a Trajano torna a história antiga próxima e vívida, explorando em detalhe as qualidades e os defeitos dos grandes vultos que protagonizaram as conquistas e as derrotas do Império Romano. Esta é a história de um império que chegou a estender-se da atual Bretanha ao Iraque e cuja influência continua viva hoje, na arquitetura, na Lei, na arte, na filosofia.

Autor: Barry Strauss

Artigos Relacionados: