Epson apresenta a iniciativa “A importância dos 2 metros”

Um conjunto de soluções e ferramentas de suporte para que empresas e centros de trabalho adaptem as suas instalações de acordo com as recomendações da “nova normalidade”, de forma a garantir a máxima eficiência e segurança.

A crise sanitária mudou-nos. Nunca mais seremos os mesmos. Vamos testemunhar uma “nova normalidade” que implica profundas transformações dos espaços de trabalho, de atitudes, de tecnologia e isto só para citar algumas. Nestes processos de mudança, a distância de 2 metros recomendada será uma solução transversal, que se aplica a muitas áreas, incluindo nas empresas e locais de trabalho.

Habituados a trabalhar em espaços comuns nos escritórios, como o uso partilhado de salas de reuniões ou serviços informáticos centralizados, veremos como esses serviços serão transformados à medida que mudamos os hábitos. O local de trabalho e os métodos mudarão. O teletrabalho será uma variável dentro da nova equação, assim como a necessidade de reservarmos 2 metros de distância em espaços partilhados.

Neste contexto, a Epson coloca à disposição das empresas soluções que ajudam a encontrar o equilíbrio necessário entre produtividade e segurança. “Tecnologias que ajudam a manter as necessidades básicas num ambiente de trabalho colaborativo, sem desrespeitar a regra dos 2 metros, evitando filas na obtenção de documentos e possibilitando reuniões eficientes, com menos colaboradores concentrados na mesma sala”, sublinha a empresa em comunicado.

Da mesma forma, as salas de reuniões exigirão uma redução da capacidade para permitir 2 metros de distância entre as pessoas, o que implicará uma maior distância dos dispositivos de visualização. Os ecrãs planos não serão suficientes, dependendo da sala, para assegurar a eficiência da reunião. A proposta da Epson inclui soluções de projeção de vídeo que garantem maior superfície de visualização, a partir de 100 polegadas (mais de 2 metros de largura) e sem limite de tamanho; utilização de soluções de colaboração remota, com anotações simultâneas a partir de qualquer local e dispositivo; facilidade na higienização e limpeza de superfícies, sendo que nos projetores interativos de ultracurta distância falamos normalmente de um quadro branco comum ou a própria parede, o que evita possíveis danos se forem utilizadas substâncias à base de álcool.

A aposta da Epson em apoiar esta “nova normalidade” ou transformação digital acelerada nalgumas empresas permanece alinhada com o compromisso ambiental da Epson, garantindo reduzir em 95% o consumo de energia e as emissões de CO2 em comparação com outras alternativas tecnológicas.

Artigos Relacionados: