Europeus ansiosos por viajar durante a primavera de 2021

Com o início da administração da vacina contra a COVID-19, os europeus estão ansiosos por voltar a viajar, conclui um relatório sobre viagens domésticas e intraeuropeias da Comissão Europeia com dados recolhidos em dezembro de 2020.

Assim, 32% dos inquiridos indicaram que pretendem fazer uma viagem durante o período Abril-Junho de 2021, um aumento de 20% em comparação com a anterior vaga de investigação em novembro de 2020, com um em cada três inquiridos a declarar agora essa intenção.


De acordo com o “Monitoring Sentiment for Domestic and Intra-European Travel- Wave 4”, publicado em janeiro de 2021, que avalia o sentimento e os comportamentos em torno das viagens domésticas e entre países da Europa, 52% dos europeus planeiam viajar nos próximos seis meses, um aumento de 5% em comparação com o inquérito de novembro de 2020. Protocolos rigorosos de saúde e segurança permitem que a maioria dos europeus (67%) se sinta suficientemente segura e relaxada para desfrutar da sua viagem.

Os resultados do estudo refletem os dados analisados junto de 10 mercados europeus de origem: Alemanha, Reino Unido, França, Holanda, Itália, Bélgica, Suíça, Espanha, Polónia e Áustria.

Viajar dentro da Europa é a primeira escolha

O último inquérito indica que as viagens intraeuropeias são agora a principal escolha, uma vez que há mais inquiridos dispostos a fazer uma viagem a outro país europeu (40%) do que as viagens domésticas (36%), uma descida de 7% em comparação com o inquérito de novembro de 2020.

O lazer é o principal objetivo para quase 63% dos europeus inquiridos que planeiam viajar a curto prazo, enquanto que visitar amigos e familiares é o principal motivo para mais 21%. As viagens de negócios representam 9% dos inquiridos.

A confiança nas viagens aéreas também parece estar a aumentar constantemente. 52% dos europeus declaram agora que estão dispostos a viajar de avião, em comparação com 49% em setembro de 2020. Simultaneamente, uma percentagem mais baixa de inquiridos (17%) considera que viajar de avião representa o maior risco para a sua saúde, contra 20% em setembro de 2020.

Protocolos rigorosos de saúde e segurança salvaguardam a alegria de viajar

O relatório prova que protocolos rigorosos de saúde e segurança criam confiança e paz de espírito e tornam as viagens mais agradáveis. Cerca de 67% dos inquiridos sentem-se suficientemente seguros e relaxados para desfrutar da sua viagem quando os protocolos rigorosos estão em vigor.

Apenas 22% dos europeus afirmam que tais medidas podem, até certo ponto, estragar a experiência de viagem, enquanto outros 11% afirmam que não lhes faz diferença. Em qualquer caso, as medidas de quarentena, o aumento dos casos de COVID-19 no destino, e a doença durante as férias continuam a ser as principais preocupações para 15%, 14% e 14% dos europeus com planos de viagem a curto prazo, respetivamente.

Os viajantes mais velhos estão cada vez mais empenhados a publicar nas redes sociais, recordando viagens passadas e ansiosos por viajar no futuro. Embora as menções relacionadas com o turismo nas redes sociais para os grupos etários 18-25 e 25-35 anos tenham diminuído em novembro de 2020 em comparação com o mesmo mês em 2019, houve um aumento significativo de tais menções entre o segmento etário 55-65 (86%) e mais de 65 anos (136%).

 

Artigos Relacionados: