Futuro do Trabalho: O papel das previsões de IA

2020 foi um momento catalisador para a Inteligência Artificial (IA) empresarial, uma vez que a pandemia forçou as empresas a tornarem-se digitais mais rapidamente e a usar a IA não apenas para se adaptarem, mas para emergirem com mais força. Essa mudança acelerou a sua utilização para ajudar as empresas a venderem de forma mais inteligente, impulsionarem um envolvimento mais forte, redimensionarem o suporte ao cliente e personalizarem as experiências de venda.

Em 2021, as previsões movidas a Inteligência Artificial serão mais importantes do que nunca. Com base em dados históricos e na adoção, a IA e as máquinas automatizadas estão a aprender a disponibilizar estimativas e respostas orientadas para o futuro, que conduzem a resultados de negócios específicos. Todos os dias, estas tecnologias estão a entregar mais de 80 mil milhões de previsões para as empresas, uma escala de adoção massiva que beneficia particularmente aqueles que adotam a IA como uma estratégia de negócios central, e como forma de melhor compreender e envolver os clientes. Na verdade, a International Data Corp (IDC) prevê que os gastos globais com IA irão duplicar nos próximos quatro anos – chegando a 110 mil milhões de dólares em 2024 (a partir de 50 mil milhões de dólares em 2020).

Ao trabalharem de forma invisível nos bastidores, as tecnologias de IA estão a equipar melhor as empresas, para prever em escala os comportamentos e preferências dos clientes, transformando o mundo do trabalho como o conhecemos. Nesse sentido, partilho aqui quatro formas pelas quais as previsões baseadas em IA estão a ajudar as empresas a operar e a apoiar os seus clientes de forma mais eficaz.

  1. Conversas altamente personalizadas com os clientes

Com a chegada da pandemia, muitas empresas precisaram de impulsionar um envolvimento mais forte, já que uma percentagem maior de clientes começou a comprar online. Para empresas de todas as dimensões, comunicações personalizadas nunca foram tão importantes para dar resposta às expectativas dos seus clientes e ao crescimento das vendas. Com as previsões, as empresas conseguiram mudar o seu foco para a conversa certa com o cliente, com campanhas de e-mail direcionadas, aumentar o tráfego para as suas plataformas online e responder de forma muito mais rápida às tendências nas quais os clientes estão interessados.

  1. Melhor precisão da previsão do cash flow

Onde setores como os de serviços financeiros experimentaram atrasos crescentes nos pagamentos de clientes e dificuldade para prever o cash flow a curto e a longo prazo, as tecnologias de IA ajudaram a manter os negócios em funcionamento, ao mesmo tempo em que demonstraram empatia com os desafios que os seus clientes enfrentavam. Com as tecnologias de IA, as organizações podem prever o cash flow com maior precisão e com maior rapidez, respondendo também aos pedidos dos clientes com maior celeridade.

  1. Manter os clientes satisfeitos

Num contexto de confinamento e distanciamento social, os serviços de entrega de refeições enfrentaram picos enormes nas solicitações dos clientes. Neste caso, a IA foi fundamental para empresas e clientes – ajudando as empresas a lidar com o aumento do volume de casos e ajudando os clientes a fazer o seguimento dos seus pedidos, relatar quaisquer problemas com atrasos ou danos e obter um crédito ou reembolso. Além de manter os clientes satisfeitos, também impulsionou as pontuações de atendimento ao cliente.

  1. Capacitar as equipas de vendas para serem mais eficazes

O valor de um bom vendedor, assim como o de um conselheiro informado e empático, só cresceu

durante a pandemia, mas o tempo que estes podem dedicar à recolha de ideias úteis é cada vez menor. Isto explica o porquê de mais equipas estarem a automatizar tarefas repetitivas para permitir que os representantes passem mais tempo a desenvolver relacionamentos de confiança com os clientes e vendas. Com as previsões, as equipas de vendas passam a ficar mais capacitadas para dar prioridade a leads de forma eficaz, determinar que ações devem ser tomadas e registar mais rapidamente os dados de vendas e as indicações dos clientes.

A ascensão da automação

A pandemia provou que nos encontramos num ponto de inflexão com a adoção da Inteligência Artificial, e muitas empresas deixaram claro que é algo que veio para ficar. Da mesma forma que essas tecnologias estão a ajudar as organizações a serem mais eficientes e a dar uma melhor resposta aos seus clientes, a automação de tarefas de rotina está a permitir que os colaboradores se concentrem num trabalho mais estratégico. Com as melhores ferramentas de IA, estes não precisam de ser cientistas de dados para tirarem partido desses recursos –  podem implementá-los rapidamente e começar a inovar com apenas alguns cliques.

Numa altura em que muitas empresas estão a fazer mais com menos, investir em ferramentas de IA pode aumentar a resiliência. Ao criar novos produtos, serviços e empregos, o potencial para transformar as nossas vidas e a economia é enorme. Ao incentivar os colaboradores a aprenderem e a treinarem essas tecnologias, podemos cultivar uma cultura de desenvolvimento contínuo de acordo com as necessidades do negócio.


Por Fernando Braz, Country Leader da Salesforce

Artigos Relacionados: