Grupo Abanca promove startups financeiras inovadoras

O grupo bancário Abanca abriu o período de inscrições para a próxima edição do programa ABANCA Innova StartUp, uma iniciativa com a qual a entidade financeira espanhola pretende promover o arranque e o desenvolvimento de novos projetos empresariais baseados em tecnologia nas áreas da Fintech, Insurtech, Regtech e Cibersegurança.

“O Programa ABANCA Innova StartUp combina a abordagem inovadora e tecnológica do Abanca como entidade financeira com o nosso compromisso na criação de tecido económico através da promoção do empreendedorismo”, explica Rosa Seoane, gestora do ABANCA Innova.

Mantém a abordagem das três edições anteriores, ou seja, acompanhar os empreendedores no processo de desenvolvimento da sua ideia através de um programa de formação que culminará com um projeto piloto que validará o seu modelo de negócio. Destina-se às empresas em fase de arranque nos sectores fintech, insurtech, regtech e cibersegurança

Na edição anterior aderiram 57 startups, das quais 15 portuguesas, sendo que no bootcamp participaram 19 startups, em que quatro eram portuguesas.

Período de inscrição

O período de inscrições começou dia 10 de setembro e termina dia 11 de outubro. O envio das candidaturas deve ser feito aqui. Após o processo de receção e posterior análise das propostas, será feita uma seleção de seis a oito startups que darão início ao programa. As startups serão avaliadas pelos responsáveis das diferentes unidades de negócios do Abanca sob quatro perspetivas: tecnologia, negócios, inovação e investimento.

A partir desse momento, as startups selecionadas serão atribuídas a um patrocinador da área de negócios do banco que decidiu apoiar a proposta e trabalhará nos próximos meses na definição e execução do projeto piloto.

O lançamento deste projeto piloto constitui o objetivo final do programa, uma vez que confere um valor decisivo aos empreendedores ao permitir-lhes testar a real viabilidade da sua ideia no mercado. Se os resultados forem positivos, podem ser estudadas possíveis formas futuras de colaboração entre o banco e a startup.

Como se processa

A primeira atividade em que as startups selecionadas participarão será um bootcamp que decorrerá entre os dias 26 e 30 de outubro e que este ano será realizado à distância.

Ao longo dessa semana, o trabalho conjunto entre o ABANCA Innova e as startups será focado em conhecer as ideias participantes e definir as possibilidades de colaboração com o banco Abanca. Além disso, as startups poderão assistir e participar em palestras e debates com profissionais do setor do empreendedorismo.

As empresas participantes terão também a oportunidade de conhecer em primeira mão a atividade e o funcionamento do Abanca. Para isso serão organizados os Fintech Cafés, em que participarão diversos executivos da entidade, como o diretor geral de IT, Informação, Processos e Operações, José Manuel Valiño, e o diretor de Marketing, Inteligência, Digital e Experiência do Cliente, Jorge Mahía, entre outros.

Nas diferentes fases do programa, serão utilizadas metodologias ágeis que proporcionem flexibilidade e rapidez, o que economiza tempo e custos, tanto para a startup como para a organização. Além de profissionais de diversas áreas de negócios do banco e do ABANCA Innova, o programa conta com a participação da HubIN, empresa especializada em inovação e empreendedorismo.

Ao longo do processo de desenvolvimento das suas ideias, as startups poderão beneficiar de espaços de coworking nas instalações do Abanca e o uso da Amazon Web Services, Google Cloud ou ferramentas de marketing digital, comunicação ou recursos humanos, vantagens avaliadas em mais de 150 mil euros.

Artigos Relacionados: