Há um Plano de Ajuda para as empresas portuguesas no valor de um milhão

Tendo em conta o contexto atual, a Sage acaba de lançar um Plano de Ajuda dedicado às PME, cujo objetivo é permitir a reativação dos seus negócios, através das ferramentas de gestão e do conhecimento legal e fiscal que esta fase de recuperação exige.

Através deste plano, no valor total de 1 milhão de euros, a empresa de soluções de gestão empresarial na Cloud disponibiliza condições exclusivas para a subscrição das suas soluções, com um desconto de 50% nos primeiros dois anos de contrato e 30% no terceiro, válido para novos clientes ou clientes que, por força das circunstâncias da pandemia, se tenham visto obrigados a cancelar as suas licenças e pretendam agora regressar.

Sabendo que o conhecimento é chave para ultrapassar momentos adversos, este Plano de Ajuda engloba ainda formação gratuita, com uma agenda completa de webinars dedicados a temas como Alterações Legais, Programas de Incentivo à Economia e Estratégias para Maximizar os Recursos das Empresas, de forma a que estas se possam munir de todas as ferramentas necessárias para relançar os seus negócios com confiança.

“Há 40 anos que a Sage prepara as empresas e os profissionais para a digitalização. Neste momento, e mais do que nunca, tal como revelam os números do inquérito que realizámos, as PME portuguesas precisam de apoio e nós queremos ser o parceiro em quem confiam para recuperar desta crise. Elas formam a quase totalidade do nosso tecido empresarial; se pararem, o País para e não podemos permitir que tal aconteça”, comenta Josep María Raventós, country manager da Sage Portugal.

“O Plano de Ajuda que agora lançamos baseia-se muito na aceleração dos processos de digitalização das empresas, completamente fundamentais para que possam vingar neste mundo em que agora vivemos. Também não poderíamos deixar de apostar na formação, já que as alterações recentes são muitas e as dúvidas das empresas também; queremos que elas possuam todo o conhecimento de que possam necessitar de agora em diante. Sempre procurámos ser o Parceiro de eleição das PME portuguesas, mas neste momento consideramos ainda mais fundamental estar a seu lado para que possam continuar a lutar pelo sucesso dos seus negócios, mesmo nas condições mais adversas.”

De acordo com um estudo recente realizado pela Sage, 47% das PME portuguesas perdeu mais de metade do seu volume de negócios desde o início do período de pandemia, e 36% ainda não consegue estimar um prazo para  a sua recuperação económica.

 

Artigos Relacionados: