Já testou a sua criatividade?

A criatividade é inerente ao ser humano, assim como também são as emoções. Não se trata de algo destinado apenas a artistas, músicos ou inventores, é possível encontrá-la nos pequenos gestos e nas grandes realizações. Isso mesmo conclui a Ordem dos Psicólogos, através do website “eusinto.me”, em que se debruça sobre a saúde psicológica no trabalho e o potencial criativo de cada pessoa ou organização, considerando que a Criatividade está directamente relacionada com o bem-estar e com os níveis de produtividade, e tem sido apontada como uma das principais fontes de desenvolvimento económico e social no século 21.

 

Esta capacidade de tentar algo novo, explorar o desconhecido e de aceitar a incerteza e a possibilidade de fracasso, é uma “skill” humana que as máquinas ainda não conseguem replicar, é também por isso considerada pelos psicólogos, uma competência essencial dos locais de trabalho saudáveis na qual estes especialistas podem desempenhar um papel essencial, potenciando-a em colaboradores, em líderes e apoiando a transformação das organizações no sentido da promoção e utilização da criatividade na resposta aos seus desafios do dia-a-dia. E se fosse possível conhecer o potencial criativo das pessoas e das organizações? Conhecer o ponto em que estão e até onde podem chegar foi o que fez a Ordem dos Psicólogos Portugueses em conjunto com a Torke CC, criaram o CREATIVE YOU, uma ferramenta online, baseada em evidência científica da área da Psicologia e da Criatividade, que promove a reflexão informada sobre o potencial criativo das pessoas e das organizações. O “teste” quantifica o nível de criatividade através de 63 questões. Simples perguntas que passam pela forma de encarar os problemas, ao gosto por dança, música e apetência por um instrumento musical, até à vontade de procurar pelo desconhecido e por novos desafios, considerando os níveis de autoestima e de resiliência adoptados no dia –à – dia. O resultado mostra um valor abaixo ou acima da média de quem já passou antes por este teste, lembrando que a criatividade é algo que pode ser trabalhado e que “onde há uma pessoa com curiosidade, há uma pessoa com criatividade.”

Artigos Relacionados: