João Moreira: «Este novo mundo representa um enorme desafio e responsabilidade para os líderes»

Não há soluções fáceis ou prescrições formatadas e imediatas. O que se sabe, ou se prevê, ainda não é suficiente para garantir serenidade. «A boa notícia é que, através da tecnologia, podemos transformar toda a situação numa oportunidade para melhorar a forma como todos fazemos os nossos negócios».

João Moreira, CEO da Abaco Consulting, fala-nos sem rodeios das pressões do teletrabalho. «Cada vez mais o remoto fará parte da nossa cultura». Agora, o que poucos ainda admitem diz respeito às «mazelas» e problemas que a distância vai criar na cultura das organizações e nos relacionamentos.

«Neste novo e desconhecido futuro, tudo é candidato à mudança. Desta forma, porque não usar esta ocasião para desafiar, proactivamente, as regras de longa data e liderar o caminho para um setor mais forte e capaz de oferecer melhores experiências aos clientes?»

Auscultámos alguns líderes sobre o papel da tecnologia ao serviço da liderança. João Moreira aceitou o desafio, sem deixar de parte a esperança e algumas tecnologias que, acredita, vão entrar na agenda.


«“Nada será como antes” deve ser a frase que mais lemos e ouvimos nos últimos tempos, até porque já todos percebemos que cada vez mais o remoto fará parte da nossa cultura. Mas, se, por um lado, o facto de haver menos deslocações vai permitir um aumento de interações diárias e o ritmo com que tomamos (ou recebemos) decisões irá acelerar. Por outro, independentemente da tecnologia existente, a distância e o teletrabalho, inevitavelmente, criarão mazelas nas culturas das organizações.

Somos seres humanos e necessitamos, incontestavelmente, de nos relacionarmos e esse acho que poderá ser um dos problemas mais difíceis de resolver por não termos uma solução óbvia indicada.

Existirá também alguma pressão, impulsionada pelo teletrabalho, na capacidade de entrega e na necessidade de existirem ferramentas que nos permitam acompanhar esse ritmo. Na mesma linha, as ferramentas de monitorização e acompanhamento de saúde e segurança no trabalho vão definitivamente entrar na agenda, pois é necessário continuar a reagir rápido.

Embora todo este novo mundo represente um enorme desafio e responsabilidade para os líderes, a boa notícia é que, através da tecnologia, podemos transformar toda a situação numa oportunidade para melhorar a forma como todos fazemos os nossos negócios. Neste novo e desconhecido futuro, tudo é candidato à mudança. Desta forma, porque não usar esta ocasião para desafiar, proativamente, as regras de longa data e liderar o caminho para um setor mais forte e capaz de oferecer melhores experiências aos clientes?»

[O testemunho foi publicado na edição n.º 12 da revista Líder.]

Artigos Relacionados: