Klaus Schwab: a sua visão de um mundo pós-COVID e como a Economia pode trabalhar com a Natureza

Como é que os líderes de negócios e decisores políticos em todo o mundo veem o impacto da pandemia de coronavírus e quais devem ser as suas prioridades? Queremos voltar ao ponto onde estávamos ou devemos aproveitar a oportunidade para tornar a sociedade mais justa, inteligente e ecológica, e tirar a humanidade do caminho da catástrofe climática?


Estas são as temáticas exploradas no novo livro The Great Reset de Klaus Schwab, fundador e presidente executivo do Fórum Económico Mundial, e Thierry Malleret, co-fundador do Monthly Barometer. 

“A humanidade está num momento de viragem – não devemos subestimar o significado histórico da situação em que estamos”, disse o professor Schwab.

Sobre o mesmo tema, o presidente da Costa Rica, Carlos Alvarado Quesada, disse noutro evento: “Se queremos reconstruir melhor, não precisamos de olhar para trás; para termos um planeta como em janeiro de 2020 – precisamos olhar para a frente para toda uma nova realidade.”

O político falava no lançamento de uma obra sobre o futuro da natureza e dos negócios, o segundo de uma série sobre o tema da New Nature Economy ou Economia da Nova Natureza.

Este relatório analisa vários setores de atividade para ver como poderão trabalhar com a natureza, em vez de apenas explorar o mundo natural. O documento faz uma afirmação impressionante: “se as empresas começarem a dar prioridade à natureza poderemos criar 395 milhões de novos empregos em todo o mundo até 2030.

Ou seja, “podemos enfrentar a iminente crise da biodiversidade e redefinir a economia de uma maneira que crie e proteja milhões de empregos”, disse Akanksha Khatri, chefe da Agenda de Ação para a Natureza do Fórum Económico Mundial.

Para aceder a todos os episódios do podcast World Vs Virus espreite aqui.

Artigos Relacionados: