Mobilidade sustentável para um Planeta mais verde

As vendas de automóveis elétricos e híbridos continuam a crescer no mercado português, o que revela a existência de uma maior consciencialização para o tema da sustentabilidade, quer ambiental, quer financeira e, como é cada vez mais importante tomarmos decisões que ajudem a combater aquele que continua a ser um dos principais desafios do nosso Planeta: o das alterações climáticas.

Esta mudança no comportamento dos consumidores, derivada também da crescente consciencialização ambiental, irá certamente ajudar-nos a atingir as necessárias metas de descarbonização para alcançarmos um Planeta mais verde. É aqui que acredito que a indústria automóvel possa ter um papel muito significativo, como um dos maiores setores responsáveis pela emissão de gases poluentes.

Com a preocupação das marcas dos vários tipos de veículos elétricos em diversificar a oferta e a adoção destes veículos a ser cada vez mais relevante junto das empresas e dos consumidores finais,  poderemos conseguir reduzir a emissão de gases poluentes com o uso continuado dos mesmos e começamos assim a aproximar-nos daquilo que é uma mobilidade sustentável.  E, para que a mobilidade elétrica continue a evoluir, é importante que se criem as condições necessárias para que os utilizadores de veículos elétricos disponham do máximo de comodidade e conveniência.

Com a atual consciencialização que existe para o tema, é também muito importante que se dê o passo seguinte, onde as empresas poderão ter um papel determinante. É verdade que quando falamos do tema da sustentabilidade, muitas ou a grande maioria das empresas afirma que este é um tema importante dentro da sua organização. No entanto, analisando mais ao detalhe, são efetivamente poucas as organizações que dedicam equipas exclusivamente a esta área ou no que concerne aos orçamentos anuais, que incluem uma fatia dedicada ao tema. E este é um passo importante que deve ser dado, de forma a garantir que estamos todos globalmente alinhados na tomada de ações que possam contribuir para o bem-estar do nosso Planeta.

Para continuar a suportar o desenvolvimento da mobilidade elétrica no nosso país, existem vários passos que as empresas podem dar: quer na eletrificação da sua frota, quer no sentido de proporcionar o máximo conforto e comodidade ao utilizador, como já referi. As empresas podem criar serviços complementares junto aos postos de carregamento de veículos elétricos, permitindo que o utilizador possa rentabilizar ao máximo o seu tempo, enquanto o seu elétrico está a carregar. O tempo do carregamento de um veículo elétrico na via pública, sendo um tema que cada vez menos preocupa os utilizadores de veículos elétricos dado, não só o aumento e diversidade da rede, mas também a capacidade continuamente crescente das baterias dos veículos elétricos, pode ser utilizado para a realização de tarefas tão vastas, desde entretenimento, a domésticas, ou mesmo de âmbito profissional. Com a transformação digital a decorrer a grande velocidade,  as empresas podem ainda apostar em soluções digitais que permitam que seja ainda mais óbvio e simples, para o consumidor final, como pode fazer escolhas mais sustentáveis que não impactem drasticamente o seu dia-a-dia.

Cabe também, a cada um de nós enquanto utilizador de veículos elétricos, fazermos escolhas conscientes, como por exemplo, escolher um comercializador de energia verde, apoiar empresas com boas políticas ambientais, estarmos informados sobre a segunda vida que podemos dar à bateria do nosso veículo e até, como podemos produzir energia nas nossas casas e conduzir a custo e emissões zero.

A mobilidade elétrica pode e deve ser um veículo de transição para alcançarmos um Planeta mais sustentável. E cabe-nos a nós sermos os intervenientes ativos deste processo para potenciarmos um ecossistema de mobilidade cada vez mais sustentável e amigo do ambiente.


Por Daniela Simões, co-fundadora da Miio

Artigos Relacionados: