Novartis assina acordo inicial para produção de vacina candidata para a COVID-19  

A Novartis anunciou a assinatura de um acordo inicial para a produção da vacina de RNA mensageiro contra a COVID-19, CVnCoV, da CureVac, reforçando o seu compromisso na luta contra a pandemia. Já estão em andamento os preparativos para o início da produção, a transferência de tecnologia e os testes. Após o acordo final, a Novartis prevê iniciar a produção no segundo trimestre de 2021. As primeiras entregas à CureVac são esperadas para o verão de 2021.

A produção terá lugar numa nova unidade de alta tecnologia, que já se encontrava em construção – Novartis Kundl – na Áustria. Esta unidade será agora adaptada às necessidades de produção da vacina de RNA mensageiro, CVnCoV da CureVac, cujo processo de produção é altamente complexo. A Novartis prevê produzir o RNA mensageiro e componentes da vacina CVnCoV para entregar até 50 milhões de doses até o final de 2021 e mais 200 milhões de doses em 2022. Os componentes serão depois entregues à CureVac para posterior processamento.

“Sentimos que é nossa responsabilidade fazer tudo o que está ao nosso alcance para ajudar e temos o prazer em anunciar a nossa colaboração com a CureVac. Em Kundl, na Áustria, a Novartis é pioneira e tem décadas de experiência na produção farmacêutica de proteínas e, nos últimos anos, na produção de ácidos nucléicos. Atualmente, estamos a expandir a nossa unidade com capacidades adicionais para a produção de mRNA, a fim de responder melhor à crescente procura”, diz Steffen Lang, Diretor Global da Novartis Technical Operations e membro do Comité Executivo da Novartis.

Florian von der Mülbe, Diretor de Produção da CureVac, afirma: “Estou muito satisfeito por termos encontrado na Novartis um parceiro altamente experiente para apoiar a produção da nossa vacina candidata ao combate à COVID-19. Em colaboração com a Novartis esperamos aumentar significativamente a nossa capacidade de produção e posicionar a nossa rede de produção numa base ainda mais ampla.”

Resposta da Novartis à pandemia COVID-19

A Novartis está a contribuir em várias frentes para a luta global contra a pandemia COVID-19, apoiando a estabilidade dos sistemas globais de saúde. A empresa anunciou recentemente um acordo inicial com a BioNtech para aumentar a capacidade de produção de uma vacina contra a COVID-19, nas suas instalações em Stein, na Suíça.

A Novartis está empenhada em doar 40 milhões de dólares para ajudar as comunidades afetadas pela pandemia em todo o mundo. Para além disso, a Novartis participa ativamente em várias iniciativas de investigação em vários setores, o COVID-19 Therapeutics Accelerator, coordenado pela Fundação Bill & Melinda Gates, Wellcome e Mastercard, bem como uma parceria dirigida à COVID-19 apoiada pela Innovative Medicines Initiative (IMI). A Novartis também anunciou uma colaboração com a Molecular Partners para desenvolver duas terapias DARPin® projetadas para uso potencial contra a COVID-19. A empresa está ainda a apoiar separadamente investigações clínicas de vários medicamentos Novartis para tratar a COVID-19. Nos laboratórios, iniciou um esforço colaborativo de investigação e desenvolvimento a longo prazo dos primeiros medicamentos orais para a COVID-19 e outros coronavírus.

Para garantir o acesso, a divisão de genéricos e biossimilares da Novartis, Sandoz, tornou-se a primeira empresa a assumir o compromisso de manter os preços estáveis ​​de um conjunto de medicamentos essenciais que podem ajudar no tratamento da COVID-19, bem como fechou uma parceria com a americana Civica Rx para apoiar o fornecimento de medicamentos genéricos hospitalares.

Disponibiliza, a custo zero, 15 medicamentos que tratam os principais sintomas da COVID-19 a países de rendimento baixo ou médio-baixo, até que uma vacina ou outro tratamento esteja disponível. Além disso, a Novartis Gene Therapies celebrou um contrato de produção com o Massachusetts Eye and Ear e o Massachusetts General Hospital para produzir a sua nova vacina experimental genética COVID-19, chamada AAVCOVID8.

Artigos Relacionados: