Obama recolhe donativos para criar o Centro Presidencial Obama

“Vamos construir esta Fundação juntos.” É desta forma que Obama lança o repto a agentes de mudança que queiram contribuir financeiramente para a construção do Obama Presidential Center ou Centro Presidencial Obama em Chicago, um edifício com um museu, um fórum, uma biblioteca e vários jardins.

Os interessados podem tornar-se colaboradores mensais, doando de 10 dólares a 100 dólares. Ou fazer uma doação única- entre 10 dólares a 500 dólares.

A ideia de Barack Obama, que em 2008 festejou a sua vitória no primeiro mandato como Presidente dos Estados Unidos e despediu-se da função em janeiro de 2017, é “construir um museu de classe mundial e um espaço de encontro público que celebre o primeiro presidente afro-americano e a primeira-dama da nação no lado sul de Chicago.”

O Centro Presidencial Obama, lê-se no website https://www.obama.org/the-center, “será um lugar para homenagear as histórias daqueles que nos trouxeram até onde estamos hoje – e reunir as pessoas para traçar um futuro ainda mais brilhante.”

No lado sul de Chicago, o centro oferece um museu e um local de reuniões e comemorações de todos os tipos. O campus aumentará a vitalidade do Jackson Park com novos jardins; um parque para crianças maior; e caminhos pitorescos para uma corrida matinal, um passeio de bicicleta ou um passeio à tarde.

“E fará tudo isso ao mesmo tempo que cria empregos e impulsiona as oportunidades económicas em Chicago”, diz Obama no vídeo de apresentação que pode ver aqui.

O museu

O prédio do Museu será um novo marco, recebendo os visitantes do Jackson Park. O design do edifício incorpora a ideia de ascensão – de um movimento para cima das bases. A forma é inspirada na ideia de quatro mãos juntando-se- ou seja, um reconhecimento de que muitas mãos moldam um local.

No topo do museu fica o Sky Room, um espaço que oferecerá aos visitantes a hipótese de refletirem, com extraordinárias vistas panorâmicas sobre o Lago Michigan e os arranha-céus do centro de Chicago. No interior, as exposições irão explorar a plenitude da história americana.

O Fórum

O prédio do Fórum servirá para dar as boas-vindas à comunidade local – um bem comum projetado para unir as pessoas. Em grande parte, construído na paisagem do Jackson Park, o Fórum abrigará vários espaços colaborativos e criativos, incluindo um auditório, um estúdio de transmissão e gravação, espaços flexíveis de aprendizagem e reuniões e um restaurante.

Também proporcionará muitos espaços para as pessoas relaxarem, comerem, fazerem os trabalhos de casa ou jogarem uma partida de xadrez. Serão espaços na maioria gratuitos e abertos ao público.

Fora dos edifícios do Fórum e do museu, no coração do centro, estará uma praça pública que serve como um local para a Fundação Obama receber encontros informais. Haverá obras de arte públicas, apresentações ao ar livre, mercados e feiras.

A biblioteca

Esta será uma nova filial da Biblioteca Pública de Chicago. Contará com espaços de media digital interativa e espaços para crianças, recursos informativos e vocacionais para adultos, e uma sala de leitura.

Esta parceria, entre o Centro Presidencial e a Biblioteca Pública de Chicago, é a primeira do tipo e proporcionará a quase todos os residentes do Lado Sul acesso a uma biblioteca pública. Esta também terá um jardim no último andar.

Tal como o jardim que Michelle Obama plantou na Casa Branca, será um lugar onde os jovens e membros da comunidade podem sujar as mãos e aprender como cultivar frutas e vegetais – e haverá até algumas colmeias de mel.

O anúncio da criação da biblioteca foi feito por Michelle e Barack Obama na conta do ex-presidente dos Estados Unidos no Twitter, que transmitiu em vídeo o momento em que ele e Michelle leram um livro. No vídeo, Michelle conta como foi a sua primeira ida à biblioteca e fala da importância desse local, onde encontrou um mundo de “conhecimento e experiências.”

Artigos Relacionados: