Os escritórios físicos não vão desaparecer, conclui “Work Trend Index Report” da Microsoft

Para explorar as tendências e as mudanças no trabalho remoto, a Microsoft lançou o estudo “Work Trend Index Report” que inclui as tendências na forma como vamos trabalhar no futuro.

Estas são as quatro principais tendências:

  • Relação entre as videochamadas e a fadiga laboral – Investigadores dos Laboratórios Human Factors da Microsoft analisaram o efeito das reuniões remotas e a sobrecarga do cérebro em comparação com o trabalho presencial. E concluíram que o trabalho remoto pode ser mais desafiador do que o trabalho presencial.
  • Alteração da cultura organizacional – A pandemia promete alterar a cultura do local de trabalho para sempre. Mais da metade dos pais que participaram neste estudo (54%) referiu que tem sido difícil equilibrar o tempo para a família enquanto trabalha a partir de casa. Contudo, mais de metade (52%) dos inquiridos sente-se mais valorizado ou incluído nas reuniões porque estão todos no mesmo espaço virtual. Um sentimento com maior impacto na China (65%) e na Alemanha (57%). As mensagens em chats nas reuniões de equipa aumentaram mais de 10 vezes, entre 1 de março e 1 de junho.
  • O futuro do trabalho das 09h00 às 17h00 – As conversas entre equipas ao sábado e ao domingo aumentaram mais de 200%. Parece que o conceito de semana de trabalho das 9h00 às 17h00 estará a desaparecer. Nas diferentes equipas analisadas, as pessoas estão a trabalhar com maior frequência no período da manhã e da noite, mas também aos fins de semana.
  • Os escritórios físicos não vão desaparecer – O trabalho no futuro será um misto entre o trabalho remoto e presencial. Este estudo diz-nos que 71% dos colaboradores e gestores inquiridos pretendem continuar a trabalhar a partir de casa, pelo menos uma parte do tempo.

Estas conclusões têm por base um longo trabalho de pesquisa, realizado nos últimos meses, onde se incluem diversas entrevistas e o tratamento de dados que nos mostram como a situação que vivemos globalmente está a alterar o conceito de trabalho.

«Os hábitos no mundo alteraram-se drasticamente com a pandemia e nada vai ser como dantes. O futuro do trabalho está a ser desenhado neste momento e na Microsoft estamos numa posição única para observar, aprender e imaginar como esse futuro será. As conclusões deste estudo permitem-nos trabalhar e apresentar hoje soluções inovadoras que ajudam na otimização do trabalho remoto», afirma Teresa Virgínia, diretora da Unidade de Negócio de Colaboração e Segurança da Microsoft Portugal.

Para ajudar todos aqueles que estão a trabalhar remotamente, a Microsoft lançou um conjunto de novas funcionalidades no Microsoft Teams que vem dar resposta à forma como as pessoas passaram a interagir com as diferentes ferramentas de produtividade.

Para reduzir o impacto da fadiga laboral, a Microsoft lançou o Together Mode e o Dynamic View com base em Inteligência Artificial. O Together Mode é uma nova experiência de reuniões que permite colocar os participantes num plano de fundo partilhado dando a ideia de que todos os participantes estão na mesma sala de reuniões, aumentando desta forma a concentração. Por sua vez, a Dynamic View otimiza o conteúdo partilhado e os participantes nas videochamadas.


Tornar as reuniões mais inclusivas e efetivas é outro dos aspetos importantes no trabalho à distância, pelo que a Microsoft lança as Live Reactions, com manifestações do estado de espírito com emojis, chat bubbles, mensagens que aparecem no campo de imagem dos participantes, e aumento do número de presenças em reuniões, com capacidade para mais de mil participantes.

Artigos Relacionados:

Centro de preferências de privacidade

Cookies necessários

Publicamos cookies neste site para analisar o tráfego, memorizar as suas preferências, otimizar a sua experiência e apresentar anúncios.

PHPSESSID, __gads, _ga, _gid, gdpr[allowed_cookies], gdpr[consent_types], wordpress_test_cookie, woocommerce_cart_hash, woocommerce_items_in_cart, _gat_gtag_UA_114875312_1
IDE
__cfduid