“Ser Feliz em Portugal” é no Palacete Chafariz D’El Rei

 

É um edifício eclético do ano 1900, bem ao estilo da tão badalada Arte Nova Brasileira. Construído por um português, João António dos Santos, que tinha emigrado para o Brasil no final do século XIX e por lá fez fortuna. A casa foi considerada pelo município, e pelos habitantes de Lisboa, enquanto uma prova de detestável mau gosto, ofendendo desta a forma a estética da cidade, como consequência pedia-se a demolição imediata do edifício que tinha sido ilegalmente construído em cima de um monumento nacional de tanta importância como o Chafariz D’El Rei, datado do século XIII. Anos mais tarde (por volta de 1920), o proprietário vendeu a casa à família do Padre Cruz que aqui viveu até ao início dos anos 80, altura em que o espaço é arrendado a escritórios de várias empresas entre as quais, Despachantes Oficiais, que desenvolviam a sua atividade junto do rio e da Alfândega de Lisboa.

«A casa foi evidenciando ao longo dos anos sintomas de deterioração grave e havia cada vez mais a necessidade de proceder a uma grande obra de restauro sob o risco de se perderem elementos arquitetónicos e decorativos de grande importância histórica. Em 2007 foi submetido a cuidadoso processo de recuperação, onde cada detalhe foi planeado para transformá-lo num deslumbrante e confortável Home Boutique Hotel, oferecendo um ambiente familiar e acolhedor, mantendo-se em simultâneo exclusivo e requintado.

Com desafogadas e privilegiadas vistas para o Tejo, ou para a magnífica cidade de Lisboa, as suas seis encantadoras suites, proporcionam-lhe uma experiência diferenciadora, tornando a sua estadia memorável desde o momento em que cá chega!», destaca Isabel Albuquerque, diretora do Palacete Chafariz D’El Rei, membro da coleção da Unlock Boutique Hotels.

 

Na primeira pessoa: Pedro Matias, presidente do ISQ e conselheiro da revista Líder


«Antes rei por um dia do que conde toda a vida. Experienciar uma estadia no Palacete Chafariz D´El Rei é algo de único, inesquecível e até mesmo “mágico”.

Único, por que de facto existirão muito poucos hotéis que nos transportam para um universo de uma história longínqua onde o requinte e a sofisticação faziam parte do dia-a-dia da Alta Burguesia que por sua vez não olhava a meios para disfrutar do conforto e elegância que os avultados recursos que tinha lhes permitia.

Inesquecível, porque ao passear por todo o Hotel pensamos que muitos dos seus pormenores e da história que escondem aquelas paredes, ficará para sempre guardada entre os altíssimos “pés direitos” das paredes e o lindíssimo torreão que “coroa” o mesmo.

Mágico, porque os vários recantos, salas, salinhas, quartos e o encanto dos magníficos vitrais de cores intensas – que nos remetem para o séc. XVIII, assim como os azulejos setecentistas que remontam à reconstrução pombalina – nos levam a pensar que recuámos no tempo e estamos a viver uma outra vida.

O Palacete Chafariz D´El Rei é um edifício magnífico onde a sua riqueza arquitetónica, histórica e cultural, foi criteriosamente preservada ao longo dos séculos e durante o restauro e adaptação do mesmo para um Boutique Hotel.
De uma feição claramente eclética, os requintados interiores deste pequeno Palácio retratam uma mistura de estilos, frequentemente usados no início dos anos 1900 e conhecido como o “Art Nouveau”, como aliás é referido na história do edificado, como também se encontram fortes elementos do neobarroco e do neoclássico.
Para além disso tem uma equipa experiente, altamente profissional e de sorriso fácil que recebem cada convidado como de sua casa se tratasse.

É por tudo isto que é um local e uma experiência a não perder e onde cada pessoa se pode sentir Rei ou Rainha por uma, ou várias noites…»

O que fazer na zona

Artigos Relacionados: