Teresa Abecasis: «Os profissionais [do futuro] terão de ser poderosos e exploradores»

Teresa Abecasis, a Diretora de Pessoas da Galp há 10 meses, está habituada a explorar novos caminhos, mas quando o assunto são pessoas prefere falar do que conhece. Por isso para responder a uma questão que implica um exercício de futurologia, recupera o espírito e o engenho das descobertas de outros tempos.

«Sabendo que as profissões do futuro ainda nos são desconhecidas, falemos do que conhecemos hoje, olhando para um mundo em mudança cada vez mais rápido onde muitas das vezes as próprias equipas de gestão lutam por acompanhar falemos de Descobrimentos», é aqui que encontra as caraterísticas que as organizações procuram nos seus profissionais.

Formada em Economia, Teresa tem uma ampla experiência em Consultoria e Gestão, e está habituada a implementar negócios voltadas para o futuro.

Auscultámos alguns líderes sobre como devem ser estes novos super-profissionais do futuro? Teresa Abecasis aceitou o desafio.

«Sabendo que as profissões do futuro ainda nos são desconhecidas, falemos do que conhecemos hoje olhando para um mundo em mudança cada vez mais rápido onde muitas das vezes as próprias equipas de gestão lutam por acompanhar. Falemos de Descobrimentos.

Um ponto obrigatório, para que estes profissionais garantam valor às organizações terão de ser… poderosos e exploradores. Será um pressuposto obrigatório para quem terá de ter a capacidade de fazer as perguntas certas, de questionar o problema e a própria forma de fazer as coisas. Um pensamento crítico virado para a inovação que deverá acontecer cada vez mais em trabalho remoto. Requer autonomia, uma grande dose de autogestão, autodisciplina e a capacidade de gestão de stress que assegure que as ansiedades e motivações diárias são catalisadas da forma correta.

Uma abordagem que terá ainda de ser complementada pela constante aprendizagem de novas ferramentas e por um espírito de explorador que traga novos caminhos às organizações.»

[O testemunho foi publicado na edição n.º 12 da revista Líder.]

Artigos Relacionados: