Trend Hunter: Produtos e serviços futuristas

A Trend Hunter, empresa de estudos de tendências na área do grande consumo, publicou o seu relatório sobre as os produtos e serviços que considera a não perder de vista este ano, da tecnologia e gastronomia, passando pelos estilos de vida.  Eis quatro tendências em destaque pelos analistas da consultora, cuja missão é ajudar as marcas a manterem-se na linha da frente da inovação.

1.Cremes de canábis e cânhamo

Dada a popularidade do movimento de saúde e bem-estar na América do Norte, os consumidores contemporâneos procuram soluções que apoiem o seu corpo e aliviem qualquer tensão e stress. Quer se trate de um problema físico ou mental, os indivíduos estão a dar ênfase a soluções holísticas. Impulsionados pela curiosidade geral, procuram ingredientes inovadores e interessantes que tenham um passado histórico ou cultural.

Dentro deste contexto, explica que as marcas estão a explorar o potencial da cannabis ou da raiz de cânhamo na produção de produtos para o cuidado da pele.

As marcas interessadas em entrar e avançar no mercado da canábis estão à procura de um potencial de ingredientes inexplorado. A raiz de cannabis e a raiz de cânhamo, que têm sido utilizadas na medicina tradicional chinesa, estão a ganhar popularidade pelos seus benefícios para a saúde, bem como pela sua sustentabilidade.

2.Concertos integrados em jogos virtuais

Os chamados In-Game Concerts são cada vez mais populares à medida que as pessoas procuram opções de entretenimento em casa. As experiências de jogo incluem agora concertos de celebridades do mundo real, que, devido ao coronavírus, estão limitadas na sua capacidade de atuarem para pessoas ao vivo. Estas experiências dentro do jogo incluem versões animadas do artistas e visualizações ao vivo.

De onde surge esta tendência? Os consumidores estão a encontrar formas mais criativas de se entreterem sem sair de casa, uma vez que as pessoas em todo o mundo estão restringidas nas opções recreativas que têm fora da casa. Estão a virar-se para marcas que compreendem as suas circunstâncias únicas, e são capazes de as apoiar ou entreter à medida que avançam com os seus estilos de vida alterados.

3.Fast food em embalagem reutilizáveis

Os restaurantes de fast-food estão cada vez mais a oferecer os seus alimentos em recipientes reutilizáveis. Os consumidores conscientes estão cada vez mais atentos às consequências iminentes das alterações climáticas. Como resultado, muitos estão a fazer grande esforço para conseguirem reduzir a sua pegada de carbono e serem menos esbanjadores no seu dia-a-dia.

Neste sentido, os indivíduos estão motivados para exigir mais dos negócios que apoiam. Quando defendem escolhas mais sustentáveis no marketing, embalagem, e produção, os consumidores sentem-se melhor e com um propósito.

Procurando formas de ser mais responsáveis em termos ambientais, os restaurantes de fast-food estão a lançar ou a participar em iniciativas sustentáveis que lhes permitam entregar aos consumidores artigos do menu em embalagens reutilizáveis.

 

 

4.Comprar no supermercado, só por marcação

Mesmo quando as empresas em todo o mundo reabrirem para as compras presenciais, são muitas vezes exigidos novos protocolos de saúde e segurança. Uma das formas com que as lojas estão a conseguir que as pessoas mantenham a distância uma das outras é deixando entrar apenas nas lojas aqueles que marcaram consultas previamente.

Os consumidores que compreendem os riscos contínuos para a sua saúde e para a saúde dos seus entes queridos, ainda temem muitas das atividades antes normais. Assim, as empresas e instituições que reconhecem e abordam esta ansiedade coletiva com as precauções de segurança estão, para a maioria das pessoas, a fazer o que se espera deles para o bem da saúde pública.

Artigos Relacionados: