Um objetivo forte é a chave para a atração de talento

Os profissionais, que estão à procura de uma nova oportunidade de emprego estão cada vez mais motivados por objetivos sociais ao avaliar potenciais empregadores e as empresas devem reagir para atrair talentos, afirma a Hays, empresa especialista em recrutamento.

Um estudo recente do LinkedIn revelou que 52% dos profissionais que estão à procura de um novo emprego não aceitariam uma proposta se não soubessem ou se não concordassem com a missão, os valores ou o propósito da empresa. O CEO da Hays, Alistair Cox, aconselhou a urgência dos líderes de negócios determinarem os objetivos das suas empresas e de garantir que elas estejam a ser articuladas com os atuais e potenciais colaboradores, clientes e stakeholders.

O objetivo de uma empresa é a razão de estar nos negócios. As pessoas estão cada vez mais motivadas para trabalhar em empresas que priorizam a responsabilidade social, em vez de fatores mais tradicionais, como o salário e os benefícios.

A propósito disso, Alistair Cox explica que “ao entrar numa organização orientada a propósitos – uma que está alinhada com o nosso próprio sistema de valores –, podemos encontrar conforto com o facto de que, coletivamente, como parte de uma equipa, estamos mais aptos a ter um impacto positivo no mundo, que sentimos que é necessário haver”.

Alistair diz que os líderes de negócios devem ser capazes de definir, comunicar e estabelecer porque é que uma organização existe e precisa de ser autêntica. Se as empresas deixarem de fazê-lo, poderão deixar de ter um impacto positivo na sociedade, terão dificuldade para atrair colaboradores e não conseguirão envolver-se com a atual força de trabalho.

Alistair acredita que o processo pode ser tão simples quanto rearticular algo que já existe, utilizando a Hays como exemplo: “Todos os dias, ajudamos milhares de profissionais a dar o próximo passo nas carreiras e as organizações a formar equipas talentosas. Potenciamos o mundo do trabalho – essa é a nossa missão. Mas o nosso objetivo, que definimos recentemente, é beneficiar a sociedade, ajudando as pessoas a ter sucesso e a permitir que as organizações prosperem – criando oportunidades e melhorando vidas”.

Alistair Cox afirma que, uma vez que o objetivo esteja estabelecido, ele precisa de ser incorporado no ADN da empresa e precisa de permanecer no topo das prioridades, sendo constantemente reforçado internamente. Alistair Cox aconselha que o objetivo “deve formar uma parte essencial de tudo – dos programas de formação, das comunicações internas, dos produtos, dos serviços, das calls semanais, dos benefícios que oferece … tudo. Se se comprometer a reforçar o objetivo de alguma forma, todos os dias, verá a mais-valia”.

Assim que o objetivo esteja definido, as empresas devem comunicá-lo para atrair efetivamente os potenciais colaboradores. Alistair Cox afirma que as organizações devem incentivar os colaboradores a abraçar o objetivo da empresa e a participar nas atividades onde o promovam. Se os colaboradores estiverem ligados ao objetivo da empresa, eles partilharam através das diversas plataformas digitais. Por sua vez, isso começará a atrair talentos para a organização.

Utilizando novamente a Hays como exemplo, Alistair Cox afirma que “os nossos colaboradores partilham ativamente as suas experiências de viver o nosso propósito nas suas plataformas digitais pessoais. Todos os dias, as hashtags #WeareHays e #HaysHelps são usadas pelos nossos colaboradores para partilhar as suas histórias de como elas contribuem para ajudar pessoas e a prosperar organizações. Tenho orgulho no facto de que os nossos colaboradores estejam realmente a viver o nosso objetivo e, em muitos níveis, é ótimo que eles queiram agir”.

Alistair também aconselha que é importante que as organizações contratem pessoas cujos próprios valores estejam alinhados com os da empresa. Esses valores devem ser avaliados na entrevista, ao fazer perguntas como “porque é que quer trabalhar para a organização” ou “o que motiva o possível colaborador a ter sucesso”.

Artigos Relacionados: